DTM e Dor ao mastigar alimentos ou abrir a boca amplamente

O que é DTM

A Disfunção Temporomandibular (DTM) é um problema que afeta a articulação temporomandibular (ATM), responsável pela movimentação da mandíbula. A ATM é uma das articulações mais complexas do corpo humano, permitindo a abertura, o fechamento e os movimentos laterais da mandíbula. Quando ocorre algum desequilíbrio nessa região, surgem os sintomas da DTM.

Os principais sintomas da DTM incluem dor ao mastigar alimentos ou abrir a boca amplamente, estalos na mandíbula, dor de cabeça e dor no pescoço. Esses sintomas podem variar de pessoa para pessoa e podem ser leves ou intensos, interferindo na qualidade de vida e no bem-estar do indivíduo.

Existem diferentes tipos de DTM, como a DTM muscular, a DTM articular e a DTM mista, sendo que cada uma apresenta características e tratamentos específicos. A DTM muscular é causada por problemas nos músculos que controlam a mandíbula, como tensão muscular e espasmos. A DTM articular está relacionada a alterações na própria articulação temporomandibular, como o deslocamento do disco articular ou a degeneração da cartilagem. Já a DTM mista envolve tanto os músculos quanto a articulação.

Causas da DTM

As causas da Disfunção Temporomandibular (DTM) podem ser variadas, mas algumas são mais comuns do que outras. Entre as principais causas, destacam-se:

Estresse

O estresse é uma das principais causas da DTM. O excesso de tensão e ansiedade pode levar a um aumento na pressão exercida sobre a articulação temporomandibular (ATM), resultando em dor e desconforto. O estresse também pode levar a hábitos prejudiciais, como ranger os dentes durante o sono, conhecido como bruxismo, que sobrecarrega a mandíbula e pode contribuir para o desenvolvimento da DTM.

Má oclusão dentária

A má oclusão dentária, também conhecida como “mordida errada”, é outra causa comum da DTM. Quando os dentes não se encaixam corretamente, a mandíbula pode ficar desalinhada e sobrecarregar a ATM, causando dor e disfunção.

Outros fatores

Além do estresse e da má oclusão dentária, outros fatores também podem contribuir para o desenvolvimento da DTM. Lesões na mandíbula, como fraturas ou luxações, podem causar danos à articulação e levar ao surgimento dos sintomas da DTM. A artrite, uma condição inflamatória das articulações, também pode afetar a ATM e desencadear a DTM. Problemas posturais, como má postura ao sentar ou dormir, podem exercer pressão adicional sobre a mandíbula e contribuir para a disfunção. Certos hábitos, como roer unhas ou morder objetos, podem sobrecarregar a mandíbula e desencadear ou agravar a DTM.

É importante identificar as causas da DTM, pois isso permite que os profissionais de saúde realizem um tratamento adequado e eficaz. Cada causa pode exigir abordagens diferentes, e entender a causa subjacente pode ajudar a direcionar o tratamento de forma mais precisa. Portanto, se você está enfrentando sintomas de DTM, é fundamental buscar a avaliação de um dentista ou especialista em disfunção temporomandibular para identificar as causas específicas e iniciar o tratamento adequado.

Tratamentos para a DTM

O tratamento para a DTM pode variar de acordo com a gravidade do problema e as características de cada paciente. É importante buscar a orientação de um dentista especializado para avaliar o caso e indicar o tratamento mais adequado.

Algumas opções de tratamento incluem:

  • Analgésicos e anti-inflamatórios: Medicamentos como analgésicos e anti-inflamatórios podem ser prescritos para aliviar a dor e reduzir a inflamação na região da articulação temporomandibular.
  • Fisioterapia: A fisioterapia pode ser utilizada para fortalecer os músculos da mandíbula, melhorar a mobilidade da articulação e reduzir a dor. Exercícios específicos podem ser recomendados pelo fisioterapeuta para cada caso.
  • Placas de mordida: O uso de placas de mordida é uma opção comum de tratamento para a DTM. Essas placas são feitas sob medida e ajudam a aliviar a pressão sobre a articulação temporomandibular, promovendo o relaxamento dos músculos e reduzindo os sintomas.
  • Acupuntura: A acupuntura é uma técnica que pode ser utilizada como complemento ao tratamento da DTM. A inserção de agulhas em pontos específicos do corpo pode ajudar a aliviar a dor e reduzir a tensão muscular.
  • Terapia cognitivo-comportamental: A terapia cognitivo-comportamental pode ser indicada para pacientes com DTM associada a fatores emocionais, como estresse e ansiedade. O objetivo dessa terapia é identificar padrões de pensamento e comportamento que possam contribuir para a DTM e desenvolver estratégias para lidar com esses fatores de forma mais saudável.

Em casos mais graves, pode ser necessário recorrer a procedimentos cirúrgicos para corrigir a disfunção na articulação temporomandibular. A cirurgia é geralmente considerada como último recurso quando outras opções de tratamento não foram eficazes ou quando há danos estruturais na articulação.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sair da versão mobile