O que é uma Biopsia? Quem, Quando e Onde fazer ?

Biópsia, todos nós já ouvimos esse nome alguma vez na vida, mas sem saber o que era de fato, criamos uma ideia de um procedimento clínico complexo que deve ser realizado em casos extremos. Hoje, vamos explicar para vocês a verdade sobre a biopsia. Confira!

O que é a biópsia ?

Ao longo do tempo, na área da medicina e da odontologia, foram desenvolvidos diversos métodos para ajudar o profissional no diagnóstico do paciente. Tais métodos, tem o intuito de confirmar ou excluir um diagnóstico incompleto e indicar a melhor forma de tratamento.

Um desses métodos subsidiários é a biópsia, procedimento que consiste na elucidação diagnóstica pela remoção de um tecido vido para exame macro e microscópico. Basicamente, o profissional remove um fragmento de tecido da área afetada e realiza um exame histopatológico no laboratório. O termo, de origem grega, deriva-se das palavras bio (vida) e opsis (aparência ou visão).

A biopsia é necessária quando o profissional ainda não conseguiu constatar de fato um diagnóstico completo da condição do paciente. O procedimento é o mais preciso e apurado no exame de tecidos e deve ser feito quando não se pode obter resultados pro meios menos invasivos.

O profissional capacitado e responsável pelo procedimento é o estomatologista, especialista na estomatologia, aliado da prevenção de câncer bucal. O estomatologista é preparado para diagnosticar doenças na boca, fazer biópsias nos ossos dos maxilares e superfície bucal.

Quando fazer uma biópsia ?

Em geral, quando constatamos uma alteração suspeita nas nossas células, é extremamente indicado que façamos uma biópsia do local. Na odontologia, é indicado o procedimento nos seguintes casos:

  • Lesões infecciosas;
  • Úlceras que não cicatrizaram em 10 dias;
  • Lesões ósseas expansivas (ou não);
  • Crescimentos teciduais;
  • Lesões esbranquiçadas ou avermelhadas;

Caso você se encaixe em algum desses casos, procure uma clínica e busque orientação para que possam te encaminhar a um cirurgião dentista ou a um estomatologista capacitado.

Existem contraindicações para fazer a biópsia ?

Não existem contraindicações absolutas para realizar a biópsia. As questões a baixo remetem à condição do paciente, nesses casos deve haver cautela ou não realizar o procedimento.

  • Lesões em glândulas salivares maiores;
  • Lesões em que o diagnóstico clínico já foi o suficiente para constatar o resultado final;
  • Em casos de diascopia positiva;
  • Lesões avermelhadas como possível hemangioma;

Quais os tipos de biópsia ?

Existem diversos tipos de biópsia que podem ajudar a distinguir problemas em nosso corpo. No entanto, na odontologia há 2 que são usados com maior frequência, são eles:

  • Biópsia incisional – Em casos de lesões malignas ou que podem ter um impacto grave na nossa saúde, é indicado a biopsia incisional. Trata-se da retirada de uma parte da lesão e uma parte do tecido normal saudável.
  • Biópsia excisional – Quando não há a suspeita de malignidade na lesão, é comum o profissional recorrer à biópsia excisional, na qual é retirada todo a área de pele afetada e mais uma faixa de pele inalterada em volta d lesão.

Quem somos ?

Caso você ainda não nos conheça, somos a Clínica Jin – clínica odontológica que visa sua saúde 360. Acreditamos no atendimento humanizado e buscamos trabalhar sob o lema: “não tratamos bocas, tratamos pessoas”. Para maiores informações, segue um vídeo de apresentação da Clínica Jin:

Atenção: nenhuma das informações confirmam o diagnóstico do paciente ou substituem uma consulta presencial!

Para mais conteúdos como esse, acesse nosso blog ou entre em contato conosco.