Problemas com o Implante: Saiba Mais Sobre a Peri-implantite

A peri-implantite é uma das complicações que podem existir com o implante dentário. Apesar de o implante ser bastante seguro, com mais de 96% de chance de sucesso, a falta de alguns cuidados pode comprometer sua estrutura. Saiba mais sobre esta doença e o que ela pode causar.

Como funciona o implante dentário

O implante dentário é uma das formas mais efetivas de substituir um dente perdido. É um método tão seguro que mesmo um paciente que perdeu vários dentes pode colocar implantes em toda a arcada dentária.

O implante consiste em um pino de titânio que é colocado dentro do osso na cavidade bucal. Esse pino serve como raiz do novo dente a ser colocado, ou seja, a prótese. O pino é feito de titânio, um material com alta aceitação pelo organismo. Por isso, não há riscos de rejeição por parte do implante. O que pode acontecer, no entanto, é um problema chamado peri-implantite.

O que é a peri-implantite?

A peri-implantite é um tipo de inflamação que ocorre ao redor do implante. Além de causar vermelhidão e inchaço no local, a doença provoca a perda óssea na região. Caso não seja tratada pode levar à perda de estabilidade do implante, prejudicando a sua função. O mais grave, no entanto, é a sua queda.

A fase inicial da doença é chamada de mucosite e caracteriza-se por vermelhidão, inchaço e sangramento na gengiva. Caso a inflamação seja tratada nessa fase diminuem as chances de se desenvolver a peri-implantite, ou seja, a perda óssea.

Este tipo de infecção não causa dor, por isso, é importante que o paciente fique atento a alguns sintomas. Aos primeiros sinais de vermelhidão na gengiva, sangramento e inchaço é muito importante consultar o dentista para que ele faça uma avaliação.

Peri-implantite: quando ocorre?

O principal motivo que leva à peri-implantite é a má higienização. A higienização dos dentes implantados é a mesma que devemos ter com os dentes naturais. Ou seja, é fundamental escovar os dentes após as refeições e passar fio dental.

Quando a higienização não é adequada, a gengiva pode sofrer acúmulo de bactérias, formando a placa bacteriana. Essa placa inflama e gera problemas como a gengivite e a periodontite. A periodontite é uma inflamação no periodonto, ou seja, tecidos que sustentam o dente. Caso não seja tratada, ela pode provocar a queda do dente. Essa é a mesma lógica que acontece com o implante.

Por isso, a melhor forma de prevenir o problema é cuidar bem da escovação dos dentes, sejam eles naturais ou não. Além da higienização em casa, é fundamental manter visitas regulares ao periodontista para que ele faça uma profilaxia profissional.

Caso o paciente sofra com peri-implantite é possível tratar e reinstalar os implantes no local se houve a sua queda. Geralmente, o dentista faz toda a profilaxia na região e dentro de um prazo estabelecido o paciente recoloca os dentes.

Para saber mais sobre implantes e sua adaptação no organismo agende uma consulta na Clínica Jin. Nossos profissionais são especialistas em Implantodontia e estão prontos para tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto.

**Nenhuma das informações acima substitui uma consulta presencial.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *